PROJOVEM: O que é, como funciona e inscrições

0

O Projovem é um programa do governo federal que visa incluir os jovens e ajudar na formação deles. Focando em melhorar a qualidade do ensino e promover a formação, qualificação e futura empregabilidade destes jovens no mercado de trabalho.

O principal público a que se destina o programa são jovens que ainda não possuem o ensino fundamental completo, mas que já sabem ler e escrever.

O objetivo principal do programa é capacitar esses jovens de forma que fiquem aptos a exercer uma profissão, capazes de  buscar o primeiro emprego, e por consequência melhorar sua qualidade de vida.

Como funciona o programa Projovem?

Conforme informamos anteriormente, o programa é focado em jovens, de faixa etária de 15 a 29 anos, e sua principal função é auxiliar no início de carreira e a inserção destes jovens no mercado de trabalho.

Por isso, os participantes do Projovem adolescente recebem um auxílio em formato de bolsa de estudos no valor de R$ 100,00. No entanto, para isto, devem frequentar pelo menos 75% das aulas.

Os cursos profissionalizantes têm como principal objetivo abranger as áreas profissionais de maior necessidade, como por exemplo, Administração, Arte e Cultura, Construção, Mecânica, Serviços Domésticos, Serviços Pessoais, Terceiro Setor e muitos outros.

Geralmente esses cursos oferecidos pelo Projovem possuem uma duração média de 18 meses, e é dividido em módulos. São 6 módulos de 3 meses cada.

Quem participar do Projovem, irá receber na finalização do curso um certificado de conclusão do curso de capacitação que escolheu, além disso, a declaração de conclusão do ensino fundamental.

Modalidades disponíveis no programa

Há algumas diferenças de modalidades atendidas pelo projovem, veja abaixo quais são:

– Projovem Adolescente: essa modalidade é para jovens entre 15 e 17 anos, que fazem parte de famílias que participam de programas assistenciais do governo federal, ou que possuem alguma situação de risco social. Neste caso também, os portadores de deficiência física possuem preferência.

– Projovem Urbano: modalidade focada em jovens entre 18 e 29 anos de idade, que não terminaram o ensino fundamental e vivem em zonas urbanas, de preferência em lugares com risco social e com altas taxas de violência.

– Projovem Campo: esta modalidade é destinada para jovens que vivem no campo e em zonas rurais. Neste caso, o programa pode durar entre 18 meses até 2 anos. O programa é focado para jovens agricultores.

Vale lembrar que o Projovem atende prioritariamente a jovens que vivem em regiões com maior índice de violência. Segundo o site do governo federal:

“O programa atende prioritariamente jovens residentes nos municípios ou regiões com maiores índices de violência contra a juventude negra, integrantes do Plano Juventude Viva e em regiões impactadas pelas grandes obras do Governo Federal; catadores de resíduos sólidos; egressos do Programa Brasil Alfabetizado (PBA); e mulheres em sistemas prisionais.”

Qualificação profissional no Projovem

Conforme abordado anteriormente, um dos principais objetivos do programa é desenvolver a qualificação profissional dos jovens. Qualificação esta, que vem acompanhada de uma certificação formal inicial e de participação cidadã.

Através da qualificação profissional o jovem eleva seu conhecimento prático, teórico e melhora suas qualidades sociais, através de vivências, experiências e trocas. Por isso, é importante a participação dos jovens neste programa.

Requisitos para se inscrever no Projovem

O projovem é um programa que visa oferecer novas oportunidades para jovens. No entanto, para participar do programa é necessário preencher alguns requisitos básicos. Vejamos a seguir quais são estes requisitos:

– É preciso ter idade entre 15 e 17 anos, e entre 18 e 29 anos;
– Somente pessoas que possuem uma renda mensal de 1 salário mínimo por pessoa da família podem fazer a inscrição;
– Ter cursado ensino fundamental e médio, mas não ter concluído;
– É preciso escolher uma das opções das modalidades do programa.

Apenas vale lembrar que os jovens que forem aceitos após fazerem a inscrição no programa Projovem receberão uma bolsa no valor de R$ 100 de ajuda de custos.

Como se inscrever no Projovem?

Para se inscrever no programa projovem é necessário entender como funciona o sistema de seleção das vagas, e também onde há a presença do programa no país.

Portanto, as inscrições são feitas de acordo com estado, e pode ser feita através do site da Secretaria de Educação do estado onde você está.

Se você conhece a escola participante do projeto, também pode realizar sua inscrição diretamente nesta escola participante.

Principais motivos para você, jovem, se inscrever no Projovem

Se você é jovem, existe uma lista de bons motivos para se inscrever no projeto que auxilia jovens a conseguir um melhor posicionamento no mercado de trabalho, e uma formação melhor. Veja abaixo alguns dos motivos para fazer o Projovem:

– Qualificação Profissional;
– Chances maiores de conseguir um emprego;
– Melhorar os conhecimentos teóricos e técnicos;
– Conseguir um diploma do ensino fundamental;
– Desenvolver habilidades sociais.

Quais são os cursos gratuitos oferecidos pelo programa?

Os cursos que são oferecidos através do Projovem possuem como objetivo principal oferecer a oportunidade de colocar os jovens no mercado de trabalho, de forma imediata.

Portanto, os cursos gratuitos que são oferecidos possuem essa finalidade, e por isso, são voltados para atender as necessidades do momento. Confira agora abaixo alguns destes cursos:

– Gestão Pública;
– Produção rural na família;
– Turismo;
– Agronegócio;
– Esportes e Lazer;
– Transporte;
– Arte e cultura;
– Vestuário/moda;
– Construção e reparos;
– Administração de negócios.

Em quais localidades tem o Projovem?

Existem muitos estados que já aplicaram o formato do programa, portanto, já possuem aulas, inscrições e matrículas.

No entanto, não são todas as cidades e estados que possuem estruturados o programa. Porém, algumas cidades se destacam por já ter a organização bem firmada, e com isso muitas inscrições anualmente.

Por exemplo, há Projovem Sorocaba, Projovem Barueri, Projovem Osasco, Projovem São Paulo, Projovem Porto Alegre, Projovem Belo Horizonte, entre outras.

Conheça também a Escola do Trabalhador e como ela pode ajudá-lo a buscar qualificação e capacitação profissional gratuita para o mercado de trabalho.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.